24 de janeiro de 2014

UM ARSENAL TEÓRICO E PROGRAMÁTICO AO ALCANCE DAS MÃOS

Livros compilam os documentos, resoluções e intervenções da Conferência de Fundação e do Primeiro Congresso Mundial da LIT-QI
Marcio Palmares, de Curitiba
A principal publicação comemorativa dos 30 anos de fundação da LIT-QI está disponível para os leitores brasileiros no site da Editora Sundermann.
O livro sobre a Conferência de Fundação (1982) e o livro sobre o Primeiro Congresso Mundial (1985) são vendidos juntos por apenas 30 reais.
São duas publicações primorosas. Houve um cuidado técnico excepcional com os textos. Além disso, o livro sobre a Conferência de Fundação vem com uma apresentação de León Núñes que lança uma nova luz sobre a história da nossa organização.
As resoluções, os documentos votados e as intervenções contêm farto material de pesquisa e nos dão respostas claras e surpreendentes para muitos problemas atuais.
Exemplo 1. O primeiro livro contém uma espécie de guia para a ação dos revolucionários sob os governos de frente popular (é a resolução chamada "Oportunismo e trotskismo diante dos governos de frente popular"). Isto foi elaborado para se contrapor ao “lambertismo” (a corrente francesa que, no Brasil, deu origem ao "O Trabalho") e para preencher a lacuna sobre a Frente Popular que havia nas teses da CI(CI). (No Brasil, conhecemos essas teses por "Teses para Atualização do Programa de Transição".)
Essas discussões envolvem praticamente todos os aspectos importantes de muitos dos debates atuais sobre o governo do PT no Brasil.
Exemplo 2. O "Balanço de Atividades" votado na Conferência de Fundação apresenta a resposta às seguintes perguntas:
1) Por que foi tão difícil, até agora, construir partidos com influência de massas em distintos países?
2) Por que não tomamos o poder em lugar nenhum? (A exemplo da Revolução Boliviana de 1952);
3) Será culpa de Trotsky? Houve equívocos de fundo que nos levaram a essa situação?
4) A fundação da IV foi uma utopia? Nossa atividade nos dias de hoje é uma utopia?
É possível responder a essas perguntas com um estudo aprofundado sobre a história das organizações trotskistas no último pós-guerra. Mas isso exige tempo e muito trabalho. Ler as respostas em uma resolução sintética é infinitamente mais fácil e rápido.
Finalmente, o livro sobre o Primeiro Congresso Mundial contém extensas intervenções de Moreno riquíssimas no seu conteúdo, que abordam temas como Teoria da Revolução Permanente e Frente Única Revolucionária, e que poderiam liquidar imediatamente muitas dúvidas e questões mal colocadas que aparecem nos debates atuais.
Desnecessário dizer que todos os militantes da LIT deveriam conhecer esses debates a fundo. Para transformar o presente e o futuro, é preciso dominar o arsenal teórico e programático construído no passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião!

Marcadores