24 de janeiro de 2014

Fim do cerco ao campo de refugiados de Yarmouk! Todo apoio à revolução síria e à resistência palestina! Viva a revolução egípcia!

O Comitê local do Campo de Refugiados Palestinos de Yarmouk, situado na capital da Síria, convoca para este sábado, dia 25 de janeiro, um dia global de solidariedade e luta contra as terríveis condições que o regime de Bashar Al Assad impõe a
seus habitantes.


Yarmouk é o principal campo de refugiados palestinos na Síria. Formado em 1957, produto da expulsão do povo palestino, chegou a abrigar 250 mil pessoas entre refugiados palestinos e sirios. Com o tempo, Yarmouk se transformou em um importante bairro de Damasco.

Desde o início da Revolução, em março de 2011, Yarmouk é um centro ativo de apoio à Revolução, provendo ajuda humanitária aos rebeldes e participando das manifestações contra o regime sírio. Em pouco tempo, todo o campo de refugiados integrou-se à dinâmica revolucionária contra Assad, além de manter sua posição radical a favor da libertação da Palestina. 
Em resposta, o regime sírio prendeu e torturou centenas de ativistas e, mais recentemente, cercou o campo e passou a bombardeá-lo pesadamente. 1.800 palestinos foram assassinados. A maioria dos residentes fugiu, mas ainda há algo em torno de 20 mil palestinos. O campo é controlado pelo Comitê de Coordenação Local e forças do Exército Livre da Síria.

O cerco criou uma situação terrível, com subnutrição generalizada, fim de medicamentos, fornecimento irregular de água potável e energia elétrica.
Não temos dúvidas de que o ditador Bashar é quem impõe o cerco e por isso nos recusamos a adotar o discurso de neutralidade, o mesmo adotado por Israel para justificar o cerco contra os palestinos da faixa de Gaza.
Nós repetimos junto com os palestinos de Yarmouk: Os palestinos e sírios somos um só! E somente sua unidade histórica pode derrubar a ditadura síria e o estado racista de Israel!
Este dia 25 de janeiro também marca o terceiro aniversário da revolução egípcia. O PSTU e os seus partidos irmãos da Liga Internacional dos Trabalhadores (LIT-IV Internacional) participará desta atividade em solidariedade incondicional à Yarmouk em todo o mundo, como parte da defesa da revolução síria e palestina e também nos manifestamos em defesa da revolução egípcia.
·        Fim do cerco criminoso à Yarmouk!
·        Fora Bashar! Pela vitória da revolução síria!
·        Pelo fim do Estado racista de Israel! por um Estado Palestino laico, democrático e não racista!
.       Todo apoio à revolução egípcia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião!

Marcadores