1 de setembro de 2011

Metalúrgicos da Renault em São Jose dos Pinhais – PR fecham um dos maiores acordos de reajuste salarial da história!

Esta manchete chamou a atenção de muitos trabalhadores no país inteiro neste final de agosto, principalmente na região de Curitiba. O pacote garante um repasse entre ABONO e PLR de R$ 61,5 mil e um aumento real de 20,19% (acima do INPC) até setembro de 2013. Sendo que, já para o mês de setembro, o aumento da data base será de 3% mais INPC e com um aumento de 10% para os trabalhadores da 1ª faixa salarial (quase 80% dos 5700 trabalhadores). Se a inflação fechar em 8% o aumento chega a 21% mais abono de R$ 5000,00.
Mas, por quê? Os trabalhadores da wolksvagem ficaram 39 dias em greve para conseguir seu muito bom acordo.

A Renault é 5ª montadora no ranking nacional, apenas com uma fábrica no Brasil.
O governo federal anunciou um pacote de R$ 20 bilhões para a indústria. Se a parte da Renault for R$ 500 milhões, já paga o pacote que deve ser em torno de R$ 343 milhões, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba.
Isso até pode justificar. Mas o fato é que isso não foi uma generosidade da empresa, que álias é uma das piores para se trabalhar na região, “uma máquina de moer trabalhadores” como é conhecida, com seu ritmo intenso, pressão da liderança e horas-extras constantes. O clima entre os trabalhadores, ao começar as negociações, era de pegar no ABONO a diferença perdida na PLR. E isso se daria com quantos dias de greve fossem necessários, tanto na data base deste ano, quanto na PLR de 2012. A disposição para a luta foi o que determinou este ótimo acordo. Agora, com isso já garantido, os trabalhadores com o sentimento de vitória são referência para outros trabalhadores, metalúrgicos ou não, mas com certeza estes primeiros estão muito mais ansiosos para o fechamento da data base em suas fábricas.


Veja aqui os detalhes do acordo
- Reajuste salarial
2011: 2,5% de aumento real + 100% do INPC acumulado nos últimos doze meses, aplicados em setembro
2012: 3% de aumento real + 100% do INPC acumulado nos últimos doze meses, aplicados em setembro
2013: 3,5% de aumento real + 100% do INPC acumulado nos últimos doze meses, aplicados em setembro
- Abono salarial
2011: R$ 5 mil (para setembro de 2011)
2012: R$ 5 mil + INPC dos últimos doze meses + 3% de aumento real = R$ 5.500* (para setembro 2012)
2013: R$ 5.500 + INPC dos últimos doze meses + 3,5% de aumento real  = R$ 6 mil* (para setembro de 2013
* estimativa Dieese
- Participação nos Lucros e Resultados
2012: R$ 15 mil para 100% das metas (1ª parcela de R$ 7.500 para maio de 2012 e 2ª conforme metas, paga em fevereiro de 2013)
2013: R$ 18 mil (1ª parcela de R$ 9 mil para maio de 2013 e 2ª parcela conforme metas, paga em fevereiro de 2014)
- Plano de Cargos e Salários
Reajuste de 10% na 1ª faixa salarial, que vai beneficiar 80% dos trabalhadores da fábrica 
Reajuste de 5% nas demais faixas

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião!

Marcadores