4 de setembro de 2009

Ato 15 anos do PSTU

No dia 28 de agosto, no Anfiteatro100 da Universidade Federal do Paraná, o PSTU de Curitiba realizou um ato político para comemorar os 15 anos do partido e 35 anos da corrente no Brasil. Estiveram presentes 130 pessoas: militantes, ex-militantes, ativistas sindicais e estudantis, assim como representantes de outras organizações, que comemoraram conosco esta data tão importante. Ao final, houve confraternização com direito a bolo de 15 anos decorado com a bandeira do PSTU. Para falar pelo PSTU, a regional convidou Valério Arcary da direção nacional. Estiveram presentes e saudaram o aniversário do partido o PSOL, o PCB, o MST e a Consulta Popular. Júlio de Jesus, companheiro que militou no partido e ajudou a construí-lo, falou em homenagem a todos aqueles que contribuíram para a construção de nossa organização. Aqui queremos reafirmar que temos orgulho de todos que de alguma maneira doaram um pouco de suas vidas a este projeto. Em sua fala, Valério Arcary contou sobre a trajetória de nossa corrente, desde a iniciativa de construir a Liga Operária, no início dos anos 1970, até os dias de hoje. Expôs as principais decisões políticas que tivemos que tomar frente ao movimento de massas, que foram polêmicas e decisivas para o fortalecimento de nossa estratégia, programa e concepção leninista-trotskista de partido, desde a iniciativa de construir o PT e a CUT nos anos 80 até os dias de hoje em que somos uma organização que se coloca claramente na oposição ao governo Lula e denuncia o seu caráter burguês e pró-imperialista sem capitular e abandonar a estratégia de mobilização permanente das massas com o objetivo de fazer a revolução socialista. Valério destacou o papel contrarrevolucionário que cumpre a CUT e o PT na atual situação da luta de classes e o quanto é necessário libertar a classe operária de suas influências. Ele finalizou homenageando todos aqueles camaradas que morreram por dedicar suas vidas à construção do partido. Algumas fotos da trajetória de nossa corrente decoraram o local e a atividade terminou ao som da Internacional tocada ao violão, com novos arranjos, pelas companheiras Taio, da juventude do partido, e Luana. Desta forma, comemoramos não somente o aniversário do PSTU, mas, sobretudo, reafirmamos a necessidade de fazer avançar os objetivos estratégicos do marxismo revolucionário, de mobilizar permanentemente as massas trabalhadoras para avançar na revolução internacional e reconstruir a IV Internacional, conscientes de que a heróica classe trabalhadora de todo o mundo cedo ou tarde encontrará, sob a direção do partido revolucionário, o caminho da revolução socialista mundial. Os militantes da regional comemoram os nossos 15 anos com orgulho e com a clareza de que nossa estratégia é justa e necessária.

Um comentário:

Deixe aqui a sua opinião!

Marcadores